Assine nossa newsletter e ganhe 10% de desconto em sua primeira compra

A importância de conhecer o próprio corpo e o pompoarismo

Calcinha de renda preta | Miess Sex Shop & Lingerie

Você costuma ter orgasmos?

O ápice do prazer é assunto recorrente entre mulheres de todas as idades, isso porque a sensação, muitas vezes, é uma busca incessante. De acordo com dados do Programa de Estudos em Sexualidade da Universidade de São Paulo (USP), 26% das mulheres brasileiras nunca tiveram um orgasmo na vida. Já no caso dos homens, os números são bem menores, apenas de 2% a 3% do público masculino nunca viveu um orgasmo.

Especialistas no assunto, como médicos e sexólogos, atribuem a grande dificuldade das mulheres à falta de conhecimento sobre o próprio corpo, por isso é importante praticar masturbação, pompoarismo e outras atividades sexuais frequentemente.

A mulherada, ao contrário dos homens, não tem o costume de tocar e estimular as partes íntimas do corpo desde o período da adolescência. A falta da prática também está muito ligada ao fato de como as mulheres são induzidas a pensar e tratar a sexualidade: quase sempre de modo retraído e até renegado. As limitações são impostas pela criação e pela sociedade que, tantas vezes, acredita que as mulheres precisam ser recatadas e livres de pensamentos sexuais, enquanto os homens têm liberdade para explorar o próprio corpo e o meio onde vivem.

O desconhecimento do público feminino não só compromete o orgasmo como também a qualidade de vida. De acordo com médicos, quem não tem orgasmo com frequência acaba ficando mais estressada e descontente em todos os aspectos da vida. Então, mulheres, não se reprimam mais. Deixe que o prazer e a criatividade te levem a longas e intensas viagens conheça como alcançar o orgasmo.

Conhecimento do próprio corpo influencia no orgasmo?

O ciclo sexual é feito de três fases: desejo, excitação e orgasmo. Toda as etapas são fundamentais, nenhuma deve ser desprezada ou pouco explorada. A mulher que toca cada parte do corpo frequentemente com delicadeza e calma sabe quais são as regiões mais suscetíveis ao prazer. Já a masturbação ajuda a saber se o prazer é maior com estímulo do clitóris ou com a própria penetração.

Outras técnicas, como o pompoarismo também ajudam a deixar o sexo com penetração mais prazeroso e, consequentemente, mais propenso ao orgasmo. Para quem nunca ouviu falar, o termo é uma arte milenar indiana baseada no tantrismo, a técnica consiste na contração voluntária dos músculos pélvicos. Aqui no blog é possível conferir como fazer o pompoarismo. Mais um meio de conhecer o corpo é investir em brinquedos sexuais comercializados em sex shop ou vendidos por revendedores. Existe uma grande variedade de acessórios, cosméticos e aparelhos que auxiliam o público feminino na busca do prazer. Você pode usar estimuladores de clitóris, pênis com vibrador, óleo para massagem, bolinhas tailandesas para pompoarismo e muito mais.