Telefone:. (11) 4810-6810

Assine nossa newsletter e ganhe 10% de desconto em sua primeira compra

Vibradores como surgiu? conheça mais sua história!

Em um mundo onde o desejo sexual das mulheres era tratado como doença, o vibrador foi apresentado como a cura. Parece mentira, mas não faz tanto tempo assim: o vibrador foi inventado no século 19 para ajudar no tratamento de sintomas atribuídos a uma doença conhecida como “histeria”. Demorou até que o orgasmo feminino fosse aceito, a psiquiatria abolisse conceitos antigos e o acessório ocupasse um espaço na gaveta de mulheres completamente saudáveis.

vibrador

Nada de erotismo. O primeiro vibrador da História estava bem longe de ser um “brinquedinho” sexual: era um objeto prescrito por médicos para curar uma doença mental feminina, a histeria. O filme Hysteria contou as curiosidades da invenção desse objeto. E o História sem Fim mostra como os vibradores saíram dos consultórios médicos e foram parar na sua gaveta nas vitrines dos sex shops.

O vibrador era um instrumento médico para a cura da histeria, doença que acometia exclusivamente mulheres. Sintomas como irritabilidade, ansiedade, choro, falta ou excesso de apetite e outros altos e baixos tão conhecidos do público feminino caracterizavam a histeria, doença que a comunidade médica acreditava ser causada por deslocamentos no útero. O tratamento? Massagem no clitóris até a paciente atingir o “paroxismo histérico” ou em termos atuais, o orgasmo.

Para facilitar o orgasmo feminino durante o tratamento nos consultórios, o médico americano George Taylor criou e patenteou, em 1869, o primeiro vibrador. O aparelho foi batizado de “The manipulator”. Ele era movido a vapor.

primeiro vibrador

Com o tempo, os médicos constataram que os vibradores levavam as mulheres ao orgasmo mais rapidamente, permitindo que os médicos pudessem descansar as mãos. Em 1880, o médico inglês Joseph Mortimer Granville inventou o vibrador movido à manivela.

vibrador a manivela

Em 1902, foi lançado o primeiro vibrador elétrico, pela empresa americana Hamilton Beach. O primeiro vibrador elétrico só começou a ser comercializado no século XX, em 1902, pela empresa norte-americana Hamilton Beach, especializada em equipamentos de cozinha. Enfim, o remédio para curar a histeria feminina poderia ser levado para dentro dos lares. Foi nessa época que as mulheres começaram a comprar vibradores para usarem em casa. A empresa Hamilton Beach desenvolveu o primeiro vibrador elétrico que era ligado à rede elétrica convencional.

vibrador eletrico

Era acionado assim que conectado à rede, tinha uma única velocidade e era visualmente mais elegante que seus antecessores. O vibrado elétrico foi um divisor de águas no que toca o desenvolvimento do tratamento da Histeria. A partir dele, os maridos podiam comprar este milagroso remédio para suas esposas não tendo a necessidade de leva-las aos consultórios. Contudo, o vibrador não era veiculado como um produto erótico, mas sim como um aparato para tratamento desta doença psíquica.

vibrador noticia

As vendas como um produto terapêutico perdurou nesta conotação até meados do ano 1920 quando os vibradores começaram a serem vistos como um objeto vulgar à sociedade, principalmente por terem sido usados em filmes eróticos daquela época. A medida que foi ganhando conotação sexual, o vibrador adquiriu um ar negativo e ligado à vulgaridade. Só voltou a ser relativamente aceito na década de 60, com a revolução sexual feminina.

Hoje sexólogos e ginecologistas o indicam não para curar uma doença, mas para auxiliar no prazer e na descoberta sexual da mulher. Atualmente, existe milhares de modelos de vibradores tanto para mulheres quanto homens, com formatos de batom discreto para ser carregado em bolsas e preços atrativos, veja alguns modelos atuais.

vibrador formato de batomQual é o melhor sex toy para a sua relação?

vibrador vibrador rotativo

E com o surgimento desses maravilhosos vibradores, porque não investir? Saiba como revender produtos eróticos e ainda ganhar uma gana extra no final do mês.

Gostou? Para encontrá-los, confira nosso e-commerce e aproveite para conhecer muitas outras opções para deixar a sua relação ainda melhor! Então siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no YouTube e acompanhe todos os conteúdos do nosso blog em primeira mão!

 

 

 

Avaliação:

Deixe uma resposta