Telefone:. (11) 4810-6810

Assine nossa newsletter e ganhe 10% de desconto em sua primeira compra

Comida no sexo é pra você?

Os prazeres proporcionados por comida e sexo estão relacionados às necessidades mais básicas dos seres humanos, de modo que a combinação de ambos pode proporcionar uma explosão de sensações demasiadamente agradáveis em nosso corpo.

Porém, introduzir comida no sexo ainda é um tabu para muitas pessoas, seja pela preocupação de não saber direito como fazer ou por sentir uma espécie de “nojinho” ao pensar na lambança que isso vai causar.

Para ajudar você a relaxar e curtir duas delícias da vida ao mesmo tempo, reunimos algumas dicas sobre como relacionar esses dois elementos de forma infalível. Confira!

1. Calcinhas comestíveis

As calcinhas comestíveis são feitas de gelatina e não precisam, necessariamente, serem ingeridas, pois elas vão se desfazendo na medida em que o corpo da mulher reage à excitação sexual. O grande objetivo desse artefato sexual é esquentar as preliminares, dando ao parceiro um sinal notável da excitação feminina.

A calcinha comestível, entretanto, é um alimento que contém corantes e conservantes, de modo que podem causar alergia em algumas pessoas. Caso o produto cause alguma irritação, lave a região afetada com água fria e suspenda o uso. Você pode substituí-la por outros alimentos orgânicos para apimentar sua relação.

2. Óleos comestíveis

Existe uma grande variedade de óleos naturais que pode ser ingerida pelo ser humano e raramente causa reações alérgicas pelo fato de ser feita a partir de materiais orgânicos. Os óleos podem ser utilizados em uma massagem erótica e o cheiro pode servir como um estimulante afrodisíaco.

Na falta de um óleo específico para relações sexuais, pode-se utilizar, por exemplo, o azeite de oliva. Essas substâncias, entretanto, não devem ser utilizadas como lubrificante, pois a região da mucosa é muito sensível e pode ficar irritada, ainda que a pessoa não seja alérgica.

3. Mel, chantilly e leite condensado

Alimentos cremosos e saborosíssimos que estimulam a produção de serotonina, a mesma substância produzida pelo sexo no nosso organismo. Conforme já mencionamos, sexo e o alimento são dois os prazeres mais básicos do ser humano e estão intimamente relacionados.

Esses alimentos podem ser depositados sobre o corpo do parceiro e retirados com a boca. A combinação entre as frutas e essas delícias pode apimentar o sexo de forma muito prazerosa, basta ter um pouco de criatividade e não se preocupar com a bagunça causada.

4. Bebidas e comida no sexo

Certas bebidas, como vinho e champanhe, são diretamente relacionadas ao prazer sexual. Quem nunca sonhou com uma lua de mel com o amor da sua vida, muito vinho e champanhe em um paraíso europeu? Difícil recusar!

O álcool ajuda a relaxar e desfrutar as carícias com mais intensidade formando, assim, a atmosfera perfeita para o despertar dos desejos mais intensos.

Ficou com água na boa? Então pode colocar nossas dicas em prática, porque o resultado seguramente será delicioso. Vale lembrar, entretanto, que nenhuma dessas substâncias deve ser introduzida no corpo humano, sob o risco de causar sérios problemas à saúde.

Gostou das nossas dicas sobre como usar comida no sexo para aumentar seu prazer? Agora, que tal conhecer 10 dicas sobre sexo lento?

Gostou do artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email