Assine nossa newsletter e ganhe 10% de desconto em sua primeira compra

Cinquenta Tons: As 10 Regras da restrição de pulso

Cinquenta Tons: As 10 Regras da restrição de pulso

Começa agora o nosso especial “cinquenta tons de cinza”. Hoje vamos falar sobre “escravidão sensual.” Este é um BDSM*, mais suave que apenas se concentra na contenção simples do pulso de um parceiro que lhe dá, em primeiro lugar sua permissão para fazê-lo. Aqui estão dez dicas para uma doce e simples servidão de pulso:

1. O que usar:

Sua melhor aposta é um par de algemas de punhos com forro confortável, que fecham com velcro ou fivelas (o primeiro é muito melhor para a liberação rápida em caso de emergência, como uma visita chegando de surpresa na sua casa). O acessório Amarras do desejo distribui a tensão uniformemente sobre uma vasta área. Vêm com tiras para serem amarradas a sua cabeceira ou pernas da cama. Fique longe de qualquer coisa que trava com chave, para não perdê-la e ter que chamar os bombeiros. Corda machuca para recomendar aqui, e algemas de metal são muito difíceis nos pulsos delicados. E apesar de parecer uma boa ideia, lenços de seda e meias têm uma tendência a apertar sob tensão, tornando-os inseguros e quase impossível de soltar sem uma tesoura. Além disso, evite cordas finas, barbante, linha e cabo de telefone ou elétrico, pois eles são mais propensos a cortar a circulação. Tiras de couro podem parecer sexy, mas cortaram na pele e são difíceis de desamarrar, por isso vá com o acessório certo que indicamos.

2. Restrição de pulo:

Não faça a restrição muito apertada. Você deve ser capaz de encaixar um ou dois dedos entre a algema e a pele.

2. Circulação:

Se alguma parte do corpo tiver dormência é sinal de mau bondage. Deve-se verificar se há resfriamento ou descoloração (branqueamento) do local onde há a restrição, se houver o menor sinal disto, pare imediatamente, em seguida, remova as restrições, solte o membro (braços, pernas) e faça uma massagem na área para ajudar com o fluxo sanguíneo, cubra até aquecer.

4. Nervos:

Se você amarrar alguém incorretamente, caminhos nervosos muito importantes podem ficar apertados. O resultado é geralmente uma dor concentrada. Desamarre imediatamente a pessoa para evitar danos sérios nos nervos!

5. Posições:

Não prenda alguém em uma posição ereta, você não quer qualquer tipo de tensão sobre as restrições. Em vez disso, certifique-se que o par esteja deitado agradavelmente com as costas em uma cama. Com um pouco de prática, pessoas saudáveis podem ficar em uma posição confortável por cerca de meia hora. Você pode estender o jogo, variando posições, muitas vezes, deixando uma folga suficiente (às vezes alguns centímetros é tudo que se precisa) para a pessoa presa se mover um pouco para reajuste, quando necessário.

6. Respiração:

Vamos mantê-la simples e se concentrar na contenção pulso. Não obstrua as passagens nasais. Cobrindo os olhos com uma máscara de olho é suficiente, desde que você obtenha a permissão primeiro.

7. Tempo sozinho:

Não deixe uma pessoa presa sozinha. Se o abandono é parte de seu jogo, e você pretende fazer uma saída dramática, ok, mas mantenha vigilância de longe, verificando a cada poucos minutos. Mas, na verdade, por que não ficar e provocar sem piedade?

8. Check-ins:

Quem está no banco do motorista é responsável pela segurança de seu parceiro aprisionado. Verifique com o seu parceiro, muitas vezes se eles está confortável, incentive o dialogo para que saiba de qualquer dormência ou tonturas, sensação de resfriamento devido a circulação comprometida, e procure sinais que possa coloca-lo à beira do pânico. Mas se seguir todos os conselhos acima, não deve haver nada para se preocupar ou que passe dos limites.

9. Check-up:

Esteja ciente das condições médicas, como dor nas articulações, problemas cardíacos, problemas nas costas, asma, doenças sexualmente transmissíveis, infecções, e etc, uma vez que está amarrando você vai ser responsável por seu bem-estar. Uma boa idéia para qualquer tipo de sexo, na verdade.

10. Novos parceiros:

Nunca se deixe ser amarrado ou amarre em um primeiro encontro. Por que? Não olhe diretamente para o sol, não brinque no trânsito, não coloque a mão em água fervente, e não pule de pontes, em todos estes casos a lógica é a mesma, simplesmente não se arrisque! *BDSM – BDSM é um acrônimo para a expressão “Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo” um grupo de padrões de comportamento sexual humano.

Fonte: Blog Hot Flowers

Gostou do artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Miess Logo
Atendimento

Para comprar ou tirar dúvidas sobre produtos e preços:

Telefone: (11) 4810-6810
Whatsapp: (11) 94793-4815
E-mail: sac@miess.com.br

Horário de atendimento

De Segunda a Sexta das 8h às 18hrs e Sábados das 8h às 12h

Assine nossa newsletter

Receba promoções e novidades em primeira mão!

Assine nossa newsletter

Receba promoções e novidades em primeira mão!

Miess Logo