História da Lingerie: do bloomers ao fio dental

Entenda mais sobre a História da Lingerie

O que faz uma mulher ser realmente sexy? O corpo repleto de curvas? O “olhar 43”? O sorriso malicioso? Bem, tudo isso compõe um perfil feminino bastante sensual e que ganha ainda maior charme com o uso da lingerie. Entenda mais sobre o assunto neste artigo sobre a história da lingerie!

A lingerie, aliás, é uma peça considerada essencial no guarda-roupa das mulheres. Essas peças íntimas misturam forma, textura e cor, manipulando os sentidos masculinos e colaborando para os fetiches.

A lingerie sempre foi vista como algo curioso: ora feita para esconder, ora produzida para exibir. Em meio a isso, uma coisa é certa: as lingeries evoluíram muito ao longo dos anos, assim como o gosto das mulheres por essa peça.

Vamos conferir um pouco da história da lingerie e como ela se tornou uma peça íntima fundamental para as mulheres? Então, acompanhe a trajetória dessa peça íntima que é um dos produtos mais vendidos no site online da Miess Sex Shop e Lingerie!

Espartilho: a lingerie da década de 1800

A história da lingerie começou no final do século 18 e começo do século 19, o espartilho era a roupa íntima que toda mulher precisava usar por debaixo dos vestidos encorpados.  Os costumes da época não permitiam que as mulheres expusessem em público partes do seu corpo.

Até mesmo os momentos íntimos dos casais, entre quatro paredes, eram repletos de pudor. Tal vestimenta era produzida com cordões, que eram puxados e amarrados na parte das costas, afinando a cintura feminina.Bloomers

Ao mesmo tempo que em afinavam a cintura, os cordões empurravam o bojo do espartilho para cima, elevando os seios para a frente. Esse modelo de lingerie trazia muito desconforto para as mulheres, chegando a deformar órgãos e costelas.

Mas a era da supressão da lingerie logo chegaria ao fim, à medida que a mais nova invenção virava o centro dos holofotes. Era a vez do bloomers!

 

Sutiã de Mary Phelps

Com a invenção do sutiã de Mary Phelps Jacobs em 1910, as mulheres finalmente conseguiram experimentar mais liberdade com um novo modelo de lingerie.

Sutiã de Mary Phelps

A exigência do espartilho na sociedade começou a desaparecer com a escassez de matéria-prima na Primeira Guerra Mundial. Assim, as empresas de lingerie precisavam de novas soluções para suas clientes, sendo uma delas o sutiã.

Por causa da silhueta esguia das mulheres dos anos 20, elas necessitavam de roupas íntimas com um tecido mais leve. Contrastando com a moda íntima pudica dos séculos anteriores, as novas propostas de lingerie apregoavam a libertação e a simplicidade.

História da Lingerie inspiradas no estilo Pin-Up da década de 1950História das Lingeries

Na década de 1950, a lingerie finalmente pode ser mostrada com maior aceitação social. A peça pode ser relacionada à sensualidade e ao sexo, e isso se devia, em parte, ao surgimento de garotas pin-up.

As modelos apareciam em imagens impressas em cartazes e coladas nas paredes de diversos estabelecimentos nos Estados Unidos nessa época. Surgiram também as lingeries em forma de corpetes, destacando as curvas femininas.

Os anos 60 e 70 continuaram estimulando a libertação sexual e os estilos de lingerie evoluíram novamente, mas quase de forma digressiva. Os anos 70 tiveram um retorno à lingerie, mas em um sentido mais elegante, com camisolas e babydolls em tecidos finos e soltos.

Lingerie fio-dental: o novo sexy

Kit Colegial Pimenta Sexy | História das Lingeries com a MiessA partir das décadas de 1980 e 1990, até os dias atuais, as lingeries de modelo fio-dental ganharam espaço na moda. E também caíram no gosto de mulheres e homens, por tornarem o corpo da mulher ainda mais sexy e desejado.

A proposta das lingeries atuais é mostrar a pele e exibir o corpo de uma forma “quase velada”. As lingeries são hoje um complemento essencial para a beleza feminina, com diversos modelos e cores.

Rendadas, com pedrarias, em tecidos transparentes e estampas inusitadas como a de oncinha, as lingeries são sucesso em vendas na loja online da Miess Sexshop.

E o melhor de tudo é que não apenas embelezam as mulheres como ainda podem gerar renda extra para quem quer comercializar as peças. Acesse o site www.miess.com.br e saiba como se tornar uma revendedora sexshop!

Curtiu nosso artigo sobre a História da Lingerie?

Gostou do artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Miess Logo
Atendimento

Para comprar ou tirar dúvidas sobre produtos e preços:

Telefone: (11) 4810-6810
Whatsapp: (11) 94793-4815
E-mail: sac@miess.com.br

Horário de atendimento

De Segunda a Sexta das 8h às 18hrs e Sábados das 8h às 12h

Assine nossa newsletter

Receba promoções e novidades em primeira mão!

Assine nossa newsletter

Receba promoções e novidades em primeira mão!

Miess Logo