O que é Dia da Visibilidade Lésbica?

Dia da Visibilidade Lésbica

Navegue por tópicos!

O dia 29 de Agosto foi escolhido como o Dia da Visibilidade Lésbica por ser a data do Seminário Nacional de Lésbicas – Senale, ocorrido em 29 de agosto de 1996, a luta pela representatividade lésbica no Brasil é muito recente e tem um longo caminho pela frente.

Agosto é, na verdade, um mês muito especial para essa luta, pois, 19 desse mês é o Dia do Orgulho Lésbico, uma homenagem a Rosely Roth e o ato que liderou em 1983 com outros ativistas contra atos lesbofóbicos no Ferro’s Bar em São Paulo. A data foi consagrada apenas em 2003.

Existem diversos motivos para se atribuir a uma data, um significado, neste caso é a representatividade

As causas minoritárias devem ser lembradas diariamente, discutidas, entendidas e internalizadas em diversas esferas sociais. Mas ter uma data, traz à tona a recorrência anual das mazelas sofridas por lésbicas diariamente.  

É a oportunidade de uma ação colaborativa de pessoas, de múltiplos setores (esse blog, por exemplo) e camadas sociais de se posicionarem a respeito dessa questão.

É necessário aumentar a visibilidade quando o relacionamento lésbico ainda é fetichizado pela sociedade, quando existem “tipos de lésbicas” mais aceitos que outros, quando piadas e xingamentos estão comumente na boca povo.

Toda mulher merece respeito independente de seu gênero! Visibilidade lésbica é para todo dia. 

Como dica de leitura para fortalecer a causa ficam os livros Um útero é do tamanho de um punho, de Angélica Freitas e Amora, da Natália Borges Polesso. Duas escritoras e obras de peso da literatura feminina no Brasil. 

  • Um útero é do tamanho de um punho:  é um livro de poesia que subverte a realidade da mulher perante a sociedade e reflete sobre o feminino na atualidade.
  • Amora:  foi finalista do Prêmio Jabuti na categoria melhor livro de contos em 2016. Um livro de contos que vai além do assunto de relações sexuais entre mulheres e trata de causas mais profundas com o medo das descobertas.

Lésbicas e orgasmos representativos

O The Journal of Sexual Medicine divulgou uma pesquisa que teve o objetivo de comparar a taxa de orgasmo conforme o gênero, e as mulheres lésbicas do estudo tiveram uma probabilidade significativamente maior de orgasmo do que mulheres heterossexuais ou bissexuais.

Para ajudar na manutenção dessa estatística, a Miess tem muitos produtos que podem elevar as experiências de orgasmo feminino, muito além dos números de um estudo.

Dia da Visibilidade Lésbica

A Miess possui uma gama de masturbadores femininos, para todos os bolsos e gostos.

Sugador de clítoris

São diversos modelos de sugador de clítoris, esses aparelhos são focados na estimulação do clítoris e podem ter mais funções do que só sugar.

TRAVEL COMPANION MINI ESTIMULADOR CLITORIANO

Modelos com vibrador de diversas velocidades, à prova d’água, e que podem ser usados para a penetração também. Esses masturbadores femininos podem proporcionar diversos orgasmos.

Vibradores controlados por aplicativos

masturbador feminino

Esses vibradores controlados por aplicativos são ótimos para que precisa ficar longe da parceira, pois, mesmo a distância será possível proporcionar e ter orgasmos incríveis e manter a conexão forte mesmo estando longe

Redação Miess

Redação Miess

Equipe de produção de conteúdo especialista em assuntos relacionados a amor, sexo, saúde, dicas para renda extra, e muito mais! Toda semana publicamos diversas novidades em nosso Blog, acompanhe!

Visite nosso loja!
POSTS RELACIONADOS

Revender Miess é levar saúde, prazer e autoestima. É realizar seus sonhos e conquistar sucesso, ganhos e realização.

Atendimento

Para comprar ou tirar dúvidas sobre produtos e preços:

Telefone: (11) 4810-6810
Whatsapp: (11) 990120595
E-mail: sac@miess.com.br

Horário de atendimento

De Segunda a Sexta das 8h às 18hrs e Sábados das 8h às 12h

Assine nossa newsletter

Receba promoções e novidades em primeira mão!