Assine nossa newsletter e ganhe 10% de desconto em sua primeira compra

Como tratar a dificuldade de ereção com o peridell

COMO TRATAR A DIFICULDADE DE EREÇÃO COM O PERIDELL

A disfunção erétil (DE) refere-se a incapacidade de obter e/ou manter uma ereção adequada até a conclusão da atividade sexual. Para Abdo (2016) esta disfunção atinge 45,1% dos homens brasileiros em algum grau, sendo que a incapacidade total é de 1,7%; incapacidade moderada de 12,2%; incapacidade mínima, que raramente ocorre é de 31,2%. O nível de educação dos homens que apresentam DE tende a ser inferior em comparação com o homem que não apresenta esta queixa.

Isso demonstra a importância da educação para a prevenção das disfunções sexuais, dos cuidados com a saúde física e emocional, hábitos de vida saudáveis e informações corretas sobre sexo e sexualidade. Problemas na ereção esporádicos são naturais e podem resultar de cansaço, preocupações, estresse, falta de interesse em sexo no momento, não caracterizando disfunção sexual. Características e fatores que causam a DE A maioria dos casos de impotência surge após um período de funciona¬mento sexual “normal” (tipo adquirido). A ausência completa de qualquer resposta erétil é rara, sendo comum a presença de uma ereção parcial não suficiente para a penetração vaginal, ou a existência de ereção completa que habitualmente é perdida quando da aproximação da pene¬tração vaginal. Em alguns casos a ereção pode ser suficiente para a penetração, mas diminui em seguida, não permitindo a continuação da penetração. Os fatores que causam a dificuldade de ereção, são:

1- Maus hábitos de vida (sedentarismo, obesidade, estresse, tabagismo, alcoolismo e drogas ilícitas);

2- Cirurgias e traumas (com lesões nos músculos, circulação e nervos);

3- Conflitos no relacionamento (afastamento íntimo entre o casal, problemas sexuais da parceira);

4- Baixa autoestima, insegurança, depressão, questões culturais;

5- Doenças de origem neurológica, vascular (diabetes), hormonal (diminuição de testosterona), respiratória e hepática;

6- Efeitos adversos de medicamentos (anti-hipertensivos, diuréticos, antidepressivos, ansiolíticos);

7- Condições físicas que cause dor ou desconforto;

8- Envelhecimento (com enfraquecimento muscular, alterações na circulação e nervos).

Fatores emocionais e físicos comprometem a força dos músculos do assoalho pélvico, região do períneo, e como consequência haverá alterações na ereção e ejaculação. Nestes casos é indicado tratamento com o fisioterapeuta especializado em Fisioterapia Pélvica. Quando o homem apresenta com frequência dificuldade de ereção poderá desenvolver ansiedade, em consequência desta ocorre ejaculação precoce. Pode apresentar com o tempo depressão, dificuldades no relacionamento, insegurança, baixa autoestima e insatisfação com a autoimagem.

hz-608-vd_0000000892_0000003063

Nestes casos é indicado terapia com psicólogo, assim esta fase será passageira e previne problemas futuros no relacionamento. ATUAÇÃO DO PERIDELL NA DE O Massageador Terapêutico Peridell foi desenvolvido diante da necessidade de trabalhar disfunções musculares da região perineal no consultório para homens e mulheres. No homem ele é indicado para dor na penetração ou após, alterações de desejo e lubrificação, alterações na ejaculação e ereção, dificuldade ou ausência de orgasmo. Sendo que deve ser usado nos músculos íntimos, chamados assoalho pélvico, localizados na região do períneo. Ele atua na ereção porque a vibração possui efeitos fisiológicos que contribuem para a melhora dos músculos, circulação e nervos locais. Possui 4 ponteiras que são indicadas de acordo com a região do corpo a ser tratada e acompanha 1 manual de uso. Modo de uso do Peridell para DE:

1- utilizar a ponteira plana na região do períneo, principalmente entre o escroto e ânus com 5 minutos inicialmente cada região (inervação). Após movimentar o Peridell por todo o pênis, da base à cabeça em movimentos deslizantes por 5 minutos inicialmente. O tempo em cada região deve aumentar progressivamente até chegar a 15 minutos.

2- Após uns 4 dias de uso como descrito acima o homem deve substituir a ponteira plana para a pontiaguda maior e repetir os movimentos realizados. Agora iniciar com tempo de 5 minutos e progredir até 15 minutos para cada região do períneo e pênis. Deve ser utilizado em dias alternados com o tempo máximo indicado acima, por um período de no mínimo de 3 meses. Para intensificar os resultados recomendamos avaliação com Fisioterapeuta especializado na Fisioterapia Pélvica e acompanhamento com Psicólogo.

Fonte: Blog Hot Flowers

Gostou do artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Miess Logo
Atendimento

Para comprar ou tirar dúvidas sobre produtos e preços:

Telefone: (11) 4810-6810
Whatsapp: (11) 94793-4815
E-mail: sac@miess.com.br

Horário de atendimento

De Segunda a Sexta das 8h às 18hrs e Sábados das 8h às 12h

Assine nossa newsletter

Receba promoções e novidades em primeira mão!

Assine nossa newsletter

Receba promoções e novidades em primeira mão!

Miess Logo