Assine nossa newsletter e ganhe 10% de desconto em sua primeira compra

Como avaliar a qualidade e a segurança de um sex toy?

Como avaliar a qualidade e a segurança de um sex toy?

Comprar um brinquedinho erótico pode ser um misto de fantasias sexuais e dúvidas, muitas dúvidas. Afinal, como garantir a qualidade e a segurança de um sex toy que você está comprando pela primeira vez?

Foi pensando em te ajudar que reunimos 4 dicas essenciais para você garantir uma ótima compra e momentos de muito prazer. Confira!

1. Conheça os materiais disponíveis para a fabricação de sex toys

A composição dos sex toys é bastante diversa, pois inúmeros materiais são utilizados em suas fabricações. Com tanta variedade, é comum não saber qual proporciona mais conforto ou segurança para o seu corpo. Por isso, reunimos abaixo alguns dos mais encontrados no mercado:

  • Borracha: geralmente, é o modelo mais barato. Porém, devido a sua porosidade, ele absorve fluídos corporais e pode formar colônias de germes e bactérias nocivas à saúde.
  • Plástico: compatível com todos os tipos de lubrificante, ele é barato, impenetrável e resistente. Pode ser bastante higiênico, desde que você o limpe com frequência.
  • Silicone: é um dos melhores e mais usados, pois possui propriedades hipoalergênicas, é agradável ao toque, tem uma ótima durabilidade e é mais fácil de limpar.
  • Vidro: cada vez mais popular devido à sua aparência bonita, o toy de vidro tem ótima durabilidade e resistência. Ele ainda pode ser esfriado ou aquecido para aumentar os estímulos sexuais.

2. Informe-se sobre as condições de higiene de cada produto

A limpeza do sex toy é indispensável para retirar possíveis fluidos corporais dele, além de evitar bactérias e fungos que possam causar um envelhecimento precoce do produto.

Para a grande maioria dos modelos disponíveis – como os de silicone, plástico e látex – o procedimento na hora de limpá-lo é o mesmo, com água morna e sabão antibacteriano. Contudo, é indicado que os de vidro e madeira também sejam esterilizados com álcool.

Outra dica importante é nunca guardar todos os seus brinquedos eróticos juntos. Faça justamente o oposto: separe-os em diferentes embalagens, de preferência secas e limpas, para protegê-los tanto do calor quanto da umidade.

3. Previna-se de possíveis alergias

Essa é uma dúvida compartilhada por muitas consumidoras de sex toys. Afinal, com tantas possibilidades de uso, especialmente nas partes íntimas, é possível desenvolver algum tipo de alergia ao produto?

A resposta é sim. Mas, calma, não preocupe! Apenas algumas mulheres apresentam quadros alérgicos por causa de itens eróticos. Quando isso oco