Miess

Loja Miess

Noticias

Prazer plus size: a moda íntima chega às sex shops

Prazer plus size: a moda íntima chega às sex shops

Nos últimos anos, o movimento de aceitação do corpo ganhou lugar na moda e na cultura, transformando especialmente o cenário da moda íntima plus size.

Antes confinadas estritamente aos modelos brancos e beges, com cara de peça cirúrgica, hoje já é possível encontrar uma infinidade de cores, texturas e tamanhos.

E é sobre isso – e como colocar essa moda íntima plus size para esquentar a rotina sexual de muita gente – que vamos falar mais a seguir. Confira!

A moda íntima plus size ganha o mundo

Antigamente, mulheres com manequim acima de 46 sofriam para encontrar lingeries que fossem além do bege.

O processo de compra era geralmente um momento de frustração para esse público: as araras tinham um ou dois sutiãs número 48, sempre em tons bege ou branco. E uma infinidade de modelos, nos mais diversos tons e tipos de materiais, só em numeração inferior.

Mas agora todo o esforço da sociedade para as mulheres resgatarem sua autoestima frente ao espelho tem começado a gerar frutos.

E isso pode ser notado inclusive em números: o faturamento do mercado de moda íntima Plus Size fatura mais de R$ 1 bilhão por ano, segundo a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest).

Hoje grandes lojas de departamento já oferecem uma ampla oferta de moda íntima plus size.

Mas é com a ajuda de revendedoras como as do time Miess que as mulheres plus size encontram um amplo catálogo de produtos específicos para o seu corpo.

Basta uma rápida pesquisa em nosso site para encontrar um grande número de produtos em diferentes faixas de preço e opções.

Para mulheres curvilíneas, encontrar corpetes, camisolas e sutiãs sensuais de tamanhos maiores é mais que uma vitória: é a sensação de pertencimento e aceitação junto à sociedade.

Moda íntima plus size: das ruas à cama

Um dos grandes efeitos dessa ausência de opções de lingeries sexies para essa parcela do público era a falsa imagem de assexualidade que as mulheres curvilíneas experimentavam.

Quando você não encontra os acessórios certos para aquele encontro especial ou para uma noite de sexo selvagem, certamente é mais difícil entrar no clima.

Some isso à estigma que a sociedade prega, dizendo que o padrão “certo” de imagem é algo parecido com as modelos da Victoria’s Secret: magras, de pernas compridas, seios empinados, abdômen sequinho, bumbum tamanho 38 – melhor ainda se for 36.

Quando nos transportamos para o contexto do sexo, isso ganha mais força: o senso comum costuma equiparar uma vida sexual feliz com um tipo particular de beleza e tipo de corpo.

Bobagem: o que define uma boa rotina sexual é o tamanho do seu prazer, não o da sua lingerie.

E foi assim que a moda plus size vem cada vez mais ganhando as ruas, centros de compra, sex shops e os armários de mulheres em todo o mundo.

A gaveta de calcinhas ganhou muito mais cores, texturas, modelos – e as possibilidades triplicaram de tamanho, empoderando essas mulheres e proporcionando experiências sexuais ainda mais divertidas e cheias de sensações.

O que nos leva ao próximo tópico – veja a seguir!

Moda íntima sob medida x Prazer sem limites

Apesar de tudo o que uma sociedade sempre pregou, não há restrições quando o assunto é a busca pelo prazer.

Porém, certas práticas e posições sexuais podem proporcionar prazer extra em determinadas situações.

É por isso que resolvemos listar aqui algumas das posições sexuais que podem potencializar o prazer das mulheres curvilíneas.

Mas antes de começarmos, aqui vai um lembrete: seja qual for o seu peso, você pode obter o prazer máximo de todas estas dicas. Todas as posições, inclusive as do Kama Sutra, são possíveis se você realmente quiser fazê-las funcionar e se estiver disposta a experimentar e modificar.

1) De quatro

Esta costuma ser a posição favorita de 9 entre 10 garotas, especialmente das que apresentam alguns quilinhos a mais, na hora do sexo.

A posição clássica envolve a mulher apoiada na cama em suas mãos e joelhos enquanto seu parceiro se encaixa por trás. Você pode tentar algumas variações, como de pé ou meio curvada.

Se você sente algum incomodo com relação à sua barriga, pode usar um travesseiro ou o encosto do sofá para mantê-la sob controle, sem balançar demais.

Já algumas mulheres podem ficar um pouco tímidas pela exposição de seu bumbum nessa posição. Se isso for suficiente para deixá-la desconfortável ou pouco confiante, aposte em camisolas de renda – elas mostram e escondem as coisas certas.

2) Papai e mamãe

Apesar de parecer uma posição mais complicada para mulheres plus size, bastam algumas modificações para garantir muito prazer.

Temos duas sugestões: a primeira envolve usar um travesseiro bem firme e posicioná-lo bem embaixo da sua região pélvica. Isso vai impulsionar a área, proporcionando um delicioso encaixe e uma penetração mais profunda.

A próxima coisa que você pode tentar é posicionar-se mais na beirada da cama (ou da mesa, uma superfície mais firme ou o que sua imaginação permitir) e abrir as pernas. Dessa forma seu parceiro consegue aproximar-se bem e encaixar o pênis mais profundamente, enquanto observa o balanço dos seus seios durante toda a ação.

Se você acha que “suas garotas” ficam descontroladas demais nesses momentos, pode usar um corselet para manter tudo no lugar.

3) Cavalgada

Nesse caso, é uma posição muito semelhante a primeira – a diferença é que desta vez seu parceiro está deitado na cama ou no chão.

O ideal é escolher uma região mais firme, já que camas fofas podem fazer com que vocês afundem e não consigam encontrar o apoio necessário para manter o movimento e o ritmo. Você pode ainda optar pela cavalgada reversa, quando se senta sobre o parceiro, mas de costas. Caso você sinta falta do contato visual, procure uma área em frente a um espelho.

Muitas mulheres gostam dessa posição porque ela ajuda a esconder muito do que não queremos mostrar, como o abdômen ou os seios.

Só não se esqueça de que o sexo deve ser divertido. É preciso rir, se soltar e experimentar.

Clique aqui e entenda como trabalhar com a revenda de produtos eróticos e lingeries.

face_banner


  • 0
  • 31 jul. 2017

Posts Relacionados